O País – A verdade como notícia

Em manga um plano para intervenção da UE no combate aos ataques terroristas

A União Europeia reafirma a sua disponibilidade para apoiar Moçambique no combate aos ataques terroristas que assolam a província de Cabo Delgado. Neste momento, decorre a elaboração de uma proposta concreta para o reforço da capacidade militar.

O compromisso da União Europeia de apoiar o país no combate aos ataques terroristas foi manifestado esta terça-feira, por António Sánchez-Benedito Gaspar, embaixador da União Europeia em Moçambique.

Segundo António Sánchez-Benedito Gaspar, concretamente, o apoio consiste na capacitação às Forças de Defesa e Segurança, incluindo a logística militar.

“Vamos continuar a apoiar o Governo moçambicano. Para além de ajudar os deslocados, o apoio também vai para o reforço às capacidades das Forças de Segurança do país”, afirmou António Sánchez-Benedito Gaspar.

Sobre se o país precisaria ou não de intervenção militar estrangeira, o diplomata apenas disse que o Governo é que pode manifestar tal desejo e que a União Europeia está a prestar o seu apoio em função das orientações do executivo.

“Esta questão não faz parte do roteiro do nosso apoio. O ponto fundamental é o reforço à capacidade do Governo, que tem a responsabilidade de garantir a segurança do país”, sublinhou o representante da diplomacia europeia em Moçambique.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos