O País – A verdade como notícia


ÚLTIMAS


ÚLTIMAS

Destaques

NOTÍCIAS

Caçadores furtivos vandalizam infra-estruturas da rede eléctrica e roubam parte de equipamento para o fabrico de armadilhas na reserva especial do Niassa e zonas tampão, escreve o sítio da Rádio Moçambique.

O facto ocorre com frequência ao longo do corredor Marrupa / Mecula onde muito recentemente um poste de transporte de energia eléctrica tombou devido ao saque de espias.

O director da Electricidade de Moçambique, área de serviço ao cliente de Cuamba, Aurélio Luís, disse que a situação deixou todo o distrito de Mecula às escuras, menos por oito horas.

 

DESTRUÍÇÃO DE INFRAESTRUTURAS DE ÁGUA EM INHAMBANE

Entretanto, o Conselho Executivo provincial de Inhambane preocupado com a crescente onda de vandalização de infra-estruturas de abastecimento de água.

É uma situação provocada por malfeitores que retiram peças nas infra-estruturashidráulicas, colocando muitas famílias sem o precioso líquido, em algumas regiões da província.

O governador da província de Inhambane, Daniel Chapo, disse que os actos de sabotagem de sistemas de abastecimento de água estão a retrair os esforços do governo na provisão de água potável às comunidades sobretudo das zonas rurais.

Chapo apela as comunidades para serem vigilantes de modo a conter a onda de vandalização de fontes de abastecimento de água.

Vídeos

NOTÍCIAS

O Congresso Nacional Africano quer resgatar a confiança dos sul-africanos nas eleições de Maio. Para tal, o ANC elegeu seis pilares do seu manifesto que vão orientar a sua governação nos próximos cinco anos caso vença as eleições.

O ANC entra na corrida para as eleições de 29 de Maio com a missão de contrapor o que se diz sobre uma possível derrocada do partido no escrutínio.

Sondagens feitas indicam que o partido que governa a África do sul poderá perder a maioria parlamentar pela primeira vez desde que chegou ao poder com a queda do apartheid, há 30 anos.

Por outro lado, o país anda mergulhado numa grave crise no fornecimento de energia eléctrica, o assassinato de policias e o aumento do indice de desemprego, sobretudo para jovens.
Para dar a volta por cima, Ramaphosa anunciou, este sábado, seis pilares do manifesto que vai sustentar a governação do ANC caso vença as eleições.
O primeiro é Criar e manter 2,5 milhões de oportunidades de trabalho no fornecimento de bens e serviços públicos nas comunidades, incluindo programa de Estímulo Presidencial ao Emprego.

O ANC quer Construir indústrias para alcançar uma economia inclusiva, combater o alto custo de vida e a pobreza, a melhoria do acesso a uma educação e saúde de qualidade com recurso a ciência e tecnologia.

O Partido no poder quer ainda defender a democracia e promover a liberdade.
No capítulo da diplomacia internacional, o ANC quer contribuir na construção de uma África e um mundo melhor.

Operadores da rota Maputo-Pemba e Nampula queixam-se da falta de passageiros por causa dos ataques em Cabo Delgado. A intensificação dos conflitos está a criar medo aos transportadores que receiam seguir viagens.

Soam alarmes em Cabo Delgado, segundo os quais, os terroristas continuam a intensificar os ataques em Mecufi, Mocimboa da Praia, Macomia, Chiúre e Quissanga, neste último distrito estiveram a dois quilômetros da vila.

A partir da capital do país, os transportadores de passageiros que escalam a região norte não conseguem esconder o medo de se fazerem à estrada, considerada perigosa.

A nossa reportagem conversou, na manhã deste sábado, com alguns transportadores que operam na rota Maputo-Pemba e Nampula. Estes contam que, a intensificação dos ataques terroristas, inviabiliza o seu negócio.

Azarias Sambo, automobilista a mais de dez anos, exerce a actividade de transporte de passageiros naquela via.

“A situação não está boa, não conseguimos carregar muitos passageiros desde o ano passado, nos últimos dias ficou ainda pior. Há dias que conseguimos sair com 15 passageiros e há dias que só conseguimos viajar com 15 pessoas”, explicou Azarias Sambo, transportador de passageiros.
Além do medo de fazer viagens, os motoristas dizem que a situação afecta significativamente a sua actividade, pois as pessoas estão com cada vez mais receio de viajar.

Não há passageiros, a Associação dos Transportadores confirma.“Estamos a ter problemas sérios de passageiros, os ataques na zona norte fazem com que as pessoas fiquem assustadas ao ponto de não viajarem”, confirmou Raul Langa, Vice-presidente da Associação dos Transportadores da Junta.
Em consequência disso, os autocarros levam ainda mais dias para seguir viagem em meio ao medo.

De acordo com a Associação dos Transportadores os dias ficam ainda piores e o futuro é cada vez mais incerto.

O prestigiado jornal desportivo italiano “La Gazzetta dello sport” avança, na sua edição de 21 de Fevereiro, que o internacional moçambicano Reinildo Mandava é um dos alvos para a próxima época 2024-2025.

O periódico escreve que Mandava “é mais que uma ideia e os motivos são outros”. Adianta, por outro lado, que o moçambicano, de 30 anos, é canhoto e pode desempenhar diferentes funções e adaptar-se a diferentes sistemas, tal como Alex Sandro, que está de saída (sem contrato).

“La Gazzetta dello sport” refere, também, que ex-jogador do Lille é lateral, mas pode, e muito bem, fazer o papel de central assim como jogar no meio-campo em um sistema de 3-5-2.

Somando-se à flexibilidade, está a situação contratual: o contrato com o Atlético expira em 2025. E, em caso de não renovação, provavelmente será adeus em Julho.

Enquanto isso, o “Quotidiano Sportivo”, “Juvefc.com” e “Futebol Espanha” indicam que o Atlético Madrid prepara uma proposta para renovar contrato com Mandava.

Depois de ter recuperado de uma lesão e regressado aos relvados, Reinildo Mandava contabiliza, esta época, 378 minutos em sete jogos.
Mandava foi convocado por Chiquinho Conde para o CAN-2023, assinando exibições notáveis e, desde então, contabiliza mais minutos pelo Atlético Madrid.

De resto, Reinildo Mandava marcou no duelo entre o Atlético e o Rayo Vallecano.

Mandava foi anunciado como jogador do Atlético Madrid precisamente no último dia do mercado de transferências de 2022, a 31 de Janeiro.
O negócio, segundo avançou a imprensa espanhola na altura, rondou os três milhões de euros, cerca de 213 milhões de meticais.

Bruno Langa e Reinildo Mandava defrontam-se este sábado, a partir das 22h00 de Maputo, em partida da 26a jornada da Liga Espanhola.

Trata-se do embate entre Almeria e Atlético de Madrid, marcado para este sábado no Power Horse Stadium, em Almeria, às 22h00.
Bruno Langa juntou-se recentemente ao Almería e já disputou dois jogos, o primeiro como substituto e o último a titular. A equipa de Bruno Langa é actualmente lanterna vermelha com oito pontos em 25 jogos, estando condenado a descida de divisão, já que está a 12 pontos dos
lugares de manutenção.

Ainda assim, a chegada de Bruno Langa deu outro alento ao Almería, que nos dois jogos em que o moçambicano esteve em campo somou dois pontos frutos de dois empates.

Por outro lado está Reinildo Mandava, jogador que regressou em grande depois do CAN da Costa do Marfim. O internacional moçambicano já disputou seis jogos pelos madrilenos, tendo apontado um golo.

O Atlético de Madrid é, actualmente, quarto classificado, com 51 pontos, menos 11 que o líder da prova, Real Madrid, que soma 62 pontos.

Almeria e Atlético Madrid já se defrontaram por 15 ocasiões, com vantagem para os Colconheros que venceram sete jogos, enquanto o Almeria venceu apenas dois jogos e há registo de seis empates.

Reinildo Mandava e Bruno Langa defrontam-se pela primeira vez na história pelos seus clubes.

CFM está a investir 68,4 milhões de dólares americanos para a aquisição de 10 locomotivas e 420 vagões. Os meios ferroviários serão usados para o transporte de carga, na linha Maputo-Ressano Garcia.

Devido à crescente demanda do transporte de carga na linha Maputo-Ressano Garcia, a empresa Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique anunciou novos investimentos.

O PCA dos CFM, Agostinho Langa Júnior, explica que tal procura é dos países como a África do Sul, Eswatini, Zimbabwe, Malawi e Zâmbia, daí os investimentos em curso.

“Ainda no mesmo âmbito, estamos a adquirir material circulante para Linha de Ressano Garcia que consiste em 10 Locomotivas e 420 vagões, dos quais 300 são de bordas altas, para o transporte de minerais e 120 tanktainers, para combustíveis, num custo total de USD 68,4 Milhões”.

De acordo com Agostinho Langa Júnior, no último quinquénio foram investidos 910,3 milhões de dólares na modernização do sector ferroportuário do país.

“É por isso que, no cumprimento do seu papel de dinamização do sector para torná-lo moderno, eficiente, competitivo e orientado ao mercado, o CFM investiu, nos últimos 5 anos, mais de USD 910,3 milhões, em infraestruturas e equipamentos, em alinhamento com o desenvolvimento dos Portos de Maputo, Beira, Nacala e Pemba, destacando-se o Porto de Nacala; as Linhas de Machipanda; Sena e Ressano Garcia e diversos equipamentos ferro-portuários”.

Os CFM são os maiores accionistas do Porto de Maputo com 49%.

O Secretário de Estado da Juventude e Emprego desafia os jovens a inovarem e investirem nas áreas de empreendedorismo, tecnologia e criação artística. Oswaldo Petersburgo falava hoje no lançamento do prêmio Jovem Criativo.

São mais de 10 mil jovens criativos, dos 15 aos 35 anos, que poderão concorrer na décima edição do Prémio Jovem Criativo, em todo o país.
Trata-se de um concurso com o objectivo de premiar os que mais se destacam nas áreas de empreendedorismo, inovação tecnológica e criação artística.

Depois da fase provincial, os apurados passarão à fase nacional, de onde serão premiados cinco vencedores em cada categoria, selecionados pelos cinco membros do jurado.

As premiações são de até 140 mil meticais, com o objectivo de promover o autoemprego.
As candidaturas deverão ser submetidas entre 04 de Março e 04 de Abril, através das plataformas digitais e nas direcções distritais de Educação e Cultura.

Cerca de 40 pessoas foram mortas numa série de ataques contra grupos terroristas, a leste do Burkina Faso. Os dados foram avançados pelas autoridades daquele país africano.

A operação de bombardeamento efectuada pelas autoridades contra grupos terroristas nos arredores da cidade de Djibo, no Burkina Faso, resultou na morte de cerca de 40 suspeitos de ataques terroristas.

As autoridades deste país africano não fizeram qualquer declaração sobre o grupo a que pertenciam os terroristas, apenas relataram que o mesmo foi seguido por aviões até uma localidade abandonada. Na altura em que foram bombardeados, alguns dos suspeitos conseguiram fugir.

Os ataques recentes levaram a uma vaga de deslocados e refugiados para outros países da região. Desde 2015, o Burkina Faso luta contra grupos extremistas filiados ao Estado Islâmico e à Al-Qaida, que também atacaram nos vizinhos Mali e Níger.

A tempestade tropical severa Eleanor, localizada na bacia do Oceano Índico, a leste de Madagáscar, continua a se mover para o sul da bacia. As projecções actuais indicam que o sistema meteorolόgico vai enfraquecer para tempestade tropical moderada, a partir da tarde de hoje. 

Em comunicado, o Instituto Nacional de Meteorologia explica que o fenómeno poderá mudar a direcção para a costa leste de Madagáscar nas próximas horas.

O INAM diz estar a monitorar a evolução do sistema e “apela a população para que continue a acompanhar a informação meteorológica e os avisos difundidos pelas autoridades nacionais competentes”.

O Quénia suspendeu as taxas de entrada para titulares de passaportes de Moçambique e mais cinco países, após duras críticas à taxa recentemente introduzida de 30 dólares.

As isenções aplicam-se agora aos titulares de passaportes de Moçambique, África do Sul, Etiópia, Eritreia, Congo-Brazzaville, Comores e membros do bloco regional da Comunidade da África Oriental (EAC).

A medida visa impulsionar o turismo e atrair viajantes de negócios. Anteriormente, todos os titulares de passaportes estrangeiros estavam sujeitos a requisitos de visto, mas a decisão do governo provocou reacções adversas por aumentar potencialmente os custos de viagem e a burocracia. 

Segundo a imprensa internacional, San Marino, o terceiro menor país da Europa, é o único outro país na lista de isenção.

Apesar da isenção, os viajantes provenientes destes países ainda precisarão de obter um documento de autorização electrónica de viagem (ETA), válido por 90 dias.

+ LIDAS

Siga nos

Galeria