O País – A verdade como notícia

‘Arca de não é’ navega pelas redes sociais quinta-feira

Bento Baloi lança livro de crónicas às 18h30 de quinta-feira. O evento será transmitido via online nas redes sociais do Centro Cultural Brasil-Moçambique, da Feira do Livro de Maputo, do Flipoços (Festival Literário Internacional de Poços de Caldas) e da Revista Literatas.

 

Quando o Ciclone Idai partiu, deixou o Centro do país devastado. Em Maputo, nessa altura, Bento Baloi entrou no primeiro voo que pôde e viajou à Cidade da Beira para, em missão de serviço, apurar os estragos causados pela calamidade natural. Naqueles dias, o escritor não só trabalhou. Igualmente, deixou-se atingir pela dor dos que perderam quase tudo num ápice. Assim, debaixo das águas, surgiu a Arca de não é, que em livro será lançado quinta-feira.

Na verdade, diante de tanta destruição, Bento Baloi encontrou na escrita a possibilidade de exprimir, de alguma forma, o seu sentimento em relação ao que viu, ouviu e sentiu, sobretudo na província Sofala.

No total, o escritor ficcionou 15 histórias. Depois disso, quis publicar as narrativas em livro em Março de 2020, um ano depois do Ciclone Idai arrasar o Centro do país. Ao invés disso, optou por publicar os textos no jornal O País durante 15 semanas, como forma medir o nível de interesse dos leitores. Com tal procedimento, Baloi sentiu que as suas histórias tiveram algum impacto nas pessoas, por isso decidiu coligir as narrativas e publicá-las neste seu Arca de não é.

Lembrando da tragédia causada pelo Idai, Bento Baloi partilhou: “Testemunhei algumas coisas que achei chocantes, que me inspiraram a desenvolver um conjunto de crónicas, explorando a tragédia sobre vários ângulos. É uma forma que encontrei de homenagear os homens, as mulheres e as crianças que sentiram na pele a dramática situação causada pelo Ciclone Idai, em particular, mas também por esses ciclones todos que têm passado pelo país”.

As histórias que compõem o livro de Bento Baloi são todas fictícias e nenhuma retratada uma realidade factual. Ora, entre as histórias que constituem o livro encontram-se “Jail house”, “Nuvem de espuma”, “Zé das abelhas”, “A minha primeira vez”, “A caminhada”, “A fronteira” e, obviamente, “Arca de não é”.

Editado pela Índico Editores, o novo livro de Bento Baloi será lançado numa sessão online nas redes sociais do Centro Cultural Brasil-Moçambique, da Feira do Livro de Maputo, do Flipoços (Festival Literário Internacional de Poços de Caldas) e da Revista Literatas. O livro será apresentado pelo professor e ensaísta Martins Mapera e pelo filósofo e professor Dionísio Bahule. De igual modo, a escritora Ana Mafalda Leite, a professora brasileira Cíntia Acosta Kütter e a poetisa cabo-verdiana Vera Duarte Pina irão intervir na cerimónia de quinta-feira, a partir das 18h30.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos