Carta a Nelson Lineu

Por: Celso Muianga   Meu confrade Nelson Lineu, saúde!   Acabei de ler o teu último livro. Fiquei com a sensação imediata que não me