O País – A verdade como notícia

SERNIC neutraliza quadrilha, sob acusação de falsificação de testes da COVID-19 

Quatro indivíduos estão detidos acusados de falsificar testes da COVID-19, na cidade de Maputo. O Serviço Nacional de Investigação Criminal (SERNIC) diz que os indiciados vendiam os resultados negativos para o Coronavírus a valores que variavam entre três mil a três mil quinhentos meticais.

Os indiciados têm idades compreendidas entre 28 e 45 anos e, de acordo com SERNIC, são pertencentes a uma quadrilha que falsificava, não só os testes da COVID-19, mas também outros documentos, afirma Hilário Lólio, porta-voz do SERNIC.

Do trabalho de investigação criminal feito pelas autoridades, constatou-se que os resultados negativos de COVID-19 eram vendidos a 3.000 e 3.500 meticais, valor que era pago via banco.

Por sua vez, os indiciados negam o seu envolvimento no crime e dizem não entender os motivos da sua detenção.

O SERNIC exorta e reitera o envolvimento de toda população na denúncia de qualquer acto criminal as autoridades competentes

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos