O País – A verdade como notícia

Selecção de futebol de praia quer continuar a fazer história

A selecção nacional de futebol de praia foi homenageada em reconhecimento ao trabalho realizado e que culminou com a qualificação inédita à fase final do Campeonato Africano das Nações, no Senegal, em Maio próximo. Na ocasião, o seleccionador nacional prometeu fazer história e alcançar as meias-finais no Senegal.

Foi preciso apenas ultrapassar Comores para fazer história, na única eliminatória que teve e chegar, pela primeira vez, a uma fase final de um CAN. Duas vitórias que farão a bandeira moçambicana ser içada no Senegal em Maio próximo.

Com as atenções viradas para o CAN, a selecção nacional começa a ser reconhecida e, esta segunda-feira, foi uma instituição de telefonia móvel a homenagear jogadores, equipa técnica e pessoal de apoio que fizeram história.

Em jeito de agradecimento, Abineiro Ussaca começou por esclarecer que foi uma missão quase difícil, tendo em conta que “estamos a falar de atletas que estão há muito tempo sem treinar e em dois meses conseguimos fazer muito melhor”.

“Agradecer a FMF por ter garantido as condições logísticas para que tivéssemos uma prestação boa e que garantiu a qualificação”, reconheceu e agradeceu também a BDQ, empresa de telefonia móvel que ofereceu telemóveis e relógios digitais como presente pela qualificação: “acredito que todos sairemos com gratidão que não tem espaço”, disse Ussaca.

E como forma de retribuir este reconhecimento, o seleccionador nacional prometeu trabalhar para dar alegria aos moçambicanos. “Temos em mente aquilo que é a nossa responsabilidade. Somos os únicos que estamos a competir neste momento e sabemos que as atenções estão todas viradas para nós. Então, temos que trabalhar para elevar a nossa bandeira”, frisou Abineiro Ussaca em conferência de imprensa havida na sede da Federação Moçambicana de Futebol.

Ussaca deixou ficar ainda algumas promessas. “Estarmos entre os melhores de África significa que também somos os melhores. Prometemos fazer o nosso melhor nesta fase final e queremos ser os primeiros a conseguir uma vitória numa fase final do CAN. Vamos fazer de tudo para garantir alegrias ao povo moçambicano”, prometeu o seleccionador nacional.

Para a BDQ, representada pelo seu presidente de Conselho de Administração, Belmiro Quive, o reconhecimento visa incentivar a selecção nacional a alcançar os objectivos traçados. “Poder premiar aos jovens que se qualificaram ao CAN de futebol de Praia é algo especial. Acompanhamos a vossa trajectória nesta qualificação e esta singela homenagem traduz o reconhecimento pelo esforço de cada um de vós pelo trajecto que ainda terão pela frente”, considerou Quive.

Mas, também, de acordo com Belmiro Quive, “estamos confiantes que farão melhor no CAN do Senegal, porque sabemos que vocês são capazes e por isso endereçamos os nossos parabéns”.

Já o vice-presidente da Federação Moçambicana de Futebol para as selecções nacionais, Martinho Mucuane, ou simplesmente Paíto, pediu apoio para que mais empresas se juntem aos esforços que estão a ser feitos para garantir melhores condições às selecções nacionais de diversas categorias e modalidades da FMF.

“Temos consciência de que sozinhos não podemos chegar a bom porto e esperamos que mais parceiros possam aderir aos apoios por forma a promover esta e outras modalidades movimentadas pela FMF”.

A selecção nacional de futebol de praia voltou aos trabalhos na Arena da Costa do Sol, antes do estágio que será efectuado em Marrocos, no início de Maio.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos