O País – A verdade como notícia

Pelo menos 44 pessoas morreram numa peregrinação judaica em Israel

Pelo menos 44 pessoas morreram durante uma peregrinação judaica no norte de Israel, em resultado de uma debandada em massa. O acidente fez, igualmente, pelo menos 100 feridos, dos quais 44 se encontram no estado crítico e 18 no estado grave.

Segundo o Notícias ao Minuto, milhares de pessoas participavam na peregrinação anual, que ocorre por ocasião do feriado judaico de Lag Baomer. As autoridades permitiram a presença de dez mil pessoas no recinto do túmulo, mas, segundo os organizadores, mais de 650 autocarros foram fretados em todo o país. A imprensa deu conta de 100 mil pessoas no local.

As circunstâncias exactas que levaram ao acidente ainda não foram apuradas. Um socorrista no local, Yehuda Gottleib, da organização United Hatzalah, disse que viu homens “a serem esmagados” e “a perderem a consciência”.

Por sua vez, o porta-voz dos serviços de emergência afirmou que 38 pessoas morreram no local e outras quatro perderam a vida no hospital.

O Primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, lamentou, por meio de uma mensagem, na rede social Twitter, o enorme desastre no Monte Meron, apelando às pessoas para, por intermédio da oração, salvarem os feridos.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos