O País – A verdade como notícia

União Europeia leva AstraZeneca ao tribunal

A Comissão Europeia lançou um processo judicial contra a farmacêutica anglo-sueca AstraZeneca.

Segundo a Euronews, as autoridades europeias acusam a AstraZeneca de quebra contractual na entrega das vacinas anti-COVID.

A farmacêutica comprometeu-se a entregar 300 milhões de doses até ao final de Junho. Entretanto, prevê-se que sejam apenas entregues cerca de um terço do total.

“A razão é que alguns dos termos do contracto não foram respeitados. A companhia não apresentou uma estratégia de confiança a fim de assegurar a entrega atempada das doses. Para nós, o que importa, neste caso, é garantir a entrega rápida de um número de doses a que os cidadãos europeus têm direito, as quais foram prometidas com base neste contracto”, avançou o porta-voz da comissão europeia, Stefan de Keersmaecker, citado pela Euronews.

Numa declaração, a AstraZeneca afirma lamentar a decisão da Comissão Europeia de abrir um processo legal.

Apesar de admitir alguns problemas com a produção da vacina, a farmacêutica alega que o contracto foi respeitado.

A decisão do tribunal poderá levar entre seis a sete semanas a ser conhecida. Segundo o perito legal entrevistado pela euronews, o caso poderá depois ir a recurso.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos