O País – A verdade como notícia

Apenas oito mil quilómetros de estradas classificadas estão asfaltados no país

Apenas oito mil quilómetros de estradas classificadas estão asfaltados, num total de 30 mil, em todo o país, fez saber, ontem, o ministro das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos. João Machatine falava durante o segundo e último dia da sessão de perguntas dos deputados da Assembleia da República (AR).

Faltam 22 quilómetros por asfaltar e João Machatine defende que é preciso dar prioridade às estradas que têm o condão de desenvolvimento económico do país.

O titular da pasta de Obras Públicas apontou para, por exemplo, a prioridade com as vias de acesso favoráveis ao escoamento e transporte de produtos agrícolas.

“É importante que encontremos formas de priorizar as nossas intervenções. Esses pressupostos assentam no princípio de que qualquer intervenção, qualquer investimento que formos a fazer, deve ter o seu retorno para o desenvolvimento do país”, disse João Machatine.

Contudo, o governante afirmou que o executivo vai continuar a fazer manutenção periódica das vias públicas, mesmo as que não representam prioridade para o desenvolvimento económico.

“Não é possível, em curto espaço de tempo, nem num ciclo de governação, cobrirmos todas as necessidades no que diz respeito à asfaltagem das estradas, entretanto, vamos avançando com soluções combinadas”, referiu-se Machatine

Em sede do Parlamento, João Machatine defendeu, igualmente, que a manutenção de rotina das infra-estruturas viárias depende, também, do contributo dos utentes.

“É importante que haja uma comparticipação dos utentes. Por isso, é preciso que haja equilíbrio entre as estradas com menor trafego e as que têm maior fluxo de circulação, estas últimas, importantes para a arrecadação das receitas”, afirmou.

Ainda em resposta a perguntas dos deputados, João Machatine apontou para a concessão das estradas como uma alternativa irreversível na garantia da manutenção destas.

Ainda ontem, o governante anunciou que estão previstos, para este ano, cerca de 600 milhões de dólares para trabalhos de reabilitação da Estrada Nacional Número 1, em alguns troços que ligam as zonas centro e norte do país.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos