Trabalhadores em “cativeiro” em Maputo

Os cerca de 60 trabalhadores são moçambicanos, mantidos em confinamento desde Abril, na  empresa Moçambique Dugongo, que está a construir a futura fábrica de cimento